BemCombinado, startup de serviços disponibiliza prestadores certificados

Nome: BemCombinado.

O que faz:
É uma plataforma online para contratação de serviços como pinturas e reparos para casas e empresas.

Que problema resolve:
A ideia, segundo os fundadores, é dar mais segurança ao usuário na contratação de um prestador de serviço.

O que a torna especial:
A empresa cobre todo o processo de contratação de um prestador de serviço, da escolha do profissional até o pagamento e avaliação do seu trabalho. Além disso, todos os profissionais são homologados.

Modelo de negócio:
A BemCombinado fica com uma porcentagem do valor de cada serviço realizado.

Fundação: Abril de 2016.

Sócios:
Edmee Moreira – CEO
Davis Amaral – CTO

Perfil dos fundadores:
Edmee Moreira – 28 anos, Machado (MG) – formado em Sistema de Informação e especializado em Gestão de Projetos pela FIAP. Tem mais de oito anos de experiência em gestão de projetos e possui certificações nessa área. Já passou por grandes empresas como AFIP, Telefônica e Porto Seguro.

Davis Amaral – 32 anos, Guarulhos (SP) – formado em Ciências da Computação UNG e especializado em Desenvolvimento Mobile pela FIAP. Tem mais de 10 anos de experiência em desenvolvimento de software e desenvolvimento mobile. Trabalhou em empresas como Rede Record, Sul América, Petrobras, Bovespa, Editora Moderna.

Como surgiu:
A ideia surgiu quando o Edmee usou uma plataforma online para contratar um profissional para fazer um pequeno reparo em sua casa. “Ela só colocava o cliente e o profissional em contato. No final, eu não fiquei satisfeito com o serviço e não tive ajuda”, conta. Foi aí que ele percebeu que havia um problema a ser resolvido, e havia demanda para uma opção de startup com profissionais certificados.

Necessidade de investimento:
A empresa vai abrir mais uma rodada de investimento em setembro. O valor não foi definido.

Mercado e concorrentes:
“O mercado de prestação de serviço no Brasil é enorme, porém ainda é um problema achar um profissional de confiança com um preço justo”, diz Edmee. Os seus maiores concorrentes são GetNinjas, IguanaFix e Bicos.

Estágio atual:
A empresa entrou em um processo de pré-aceleração em abril deste ano. Em três meses, validaram a ideia e desenvolveram o seu MVP.

Aceleração:
No momento, ela é acelerada pela Oxigênio. Investimento recebido: Inicialmente, foram investidos 55 mil reais dos fundadores. Neste mês, a empresa recebeu um investimento da Porto Seguro de 25 mil dólares.

Maiores desafios:
Segundo Edmee, “é crescer a rede de parceiros sem perder a qualidade, lançar um aplicativo e começar a expansão da plataforma para outras capitais do Brasil”.

Faturamento:
Não informado. Previsão de break-even: Maio de 2017.

Visão de futuro:
“Ser a plataforma mais confiável do mercado para contratar um serviço para uma residência ou empresa”

Onde encontrar: Site

Fonte: Projeto Draft

Menu